ARTE E CIÊNCIA EM FAMÍLIA – OFICINAS TEMÁTICAS PARA FAMÍLIAS

PROGRAMA

[CALENDARIZAÇÃO A CONFIRMAR DEPENDENDO DA EVOLUÇÃO DA PANDEMIA POR SARS-COV-2]

O MISTÉRIO DOS OVOS (10 e 24 de abril de 2021)

Numa aventura, por mares nunca antes navegados, nasce um coelhinho corajoso, de nome Darwin. A história deste coelhinho tem início numa viagem de exploração à descoberta d’A Origem das Espécies na Galeria da Biodiversidade – Centro Ciência Viva, em que cada família será convidada a participar. Por entre diferentes cenários do Jardim Botânico da Universidade do Porto, os participantes embarcarão numa verdadeira caça aos ovos!

FÓSSEIS – A MÁQUINA DO TEMPO (dias 8 e 22 de maio de 2021)

Utilizando utensílios semelhantes aos de um paleontólogo, cada família terá a oportunidade de explorar (réplicas de) fósseis, refletindo sobre o contributo do estudo destes testemunhos do passado para o conhecimento da biodiversidade. Numa visita pelo Jardim Botânico da Universidade do Porto, os participantes encontrarão alguns fósseis vivos, com os quais poderão simular o processo de fossilização, discutindo a sua importância para a reconstituição da história da vida na Terra.

NOS TRILHOS DO JARDIM BOTÂNICO (dias 5 e 19 de junho de 2021)

Pelos caminhos do Jardim Botânico da Universidade do Porto é possível desvendar enigmas e mistérios que a diversidade de seres vivos esconde. Será através destes trilhos que ficaremos a conhecer algumas das curiosidades das plantas e animais que aqui vivem. Onde podemos encontrar as rãs? E qual o aroma das mais belas camélias do Jardim? Será que no deserto só existem catos? Com a ajuda de um mapa e partindo à descoberta, tudo o que parecia estar escondido revelar-se-á diante dos nossos olhos.

VESTÍGIOS ANIMAIS (dias 3, 17 e 31 de julho de 2021)

Se estivermos atentos, podemos perceber a presença de diversos animais no Jardim Botânico da Universidade do Porto. Desde pequenos mamíferos a aves, passando por répteis, anfíbios e insetos, é possível identificar alguns dos animais que habitam jardins urbanos como este. Mas nem sempre é fácil observá-los. Em família, partiremos à descoberta de vestígios da presença de animais. Pegadas, excrementos, regurgitações, cascas de ovos, pelos e pele são apenas algumas das pistas que vamos decifrar e que nos darão a conhecer a discreta biodiversidade animal que habita nesta unidade do MHNC-UP.

NO MUNDO DAS SUCULENTAS (dias 14 e 28 de agosto de 2021)

A partir da grande variedade de plantas presentes no Jardim Botânico da Universidade do Porto, podemos destacar um grupo muito particular: as suculentas. Pequenas, grandes, verdes e até vermelhas, as suculentas são um grupo de plantas bastante diversificado. Através de uma visita ao nosso museu vivo, as famílias poderão observar a sua aparência curiosa, discutindo a relação entre as suas caraterísticas e o ambiente em que estas plantas habitam. No “deserto” do Jardim Botânico, cada família terá a oportunidade de escolher a sua suculenta preferida e levá-la para casa num vaso decorado, em equipa, especificamente para esse efeito.

CASINHAS DE ANÕES (dias 11 e 25 de setembro de 2021)

“Imaginava a casa dos anões, os seus palácios enterrados na terra como as luras dos coelhos ou escondidos em lugares solitários, dentro do tronco das árvores. … E tendo meditado alguns momentos resolveu fazer ali uma casa pequenina e imaginar que os anões viriam a morar nela. Com cascas de plátano, paus e pedras fez muros e telhados à roda do tronco. Depois cobriu os telhados com musgo, para proteger bem a casa da chuva e do frio, foi buscar canas e cortou-as todas em pedaços iguais com a tesoura de podar as flores, que foi pedir emprestada ao jardineiro. E atando com ráfia as canas fez uma porta que se podia abrir e fechar.” 

In A Floresta, de Sophia de Mello Breyner Andresen

Nesta aventura literária, as famílias serão convidadas a recriar casinhas de anões de todos os tamanhos, feitios e materiais, a partir do imaginário criado por Sophia. O desafio será descobrir qual a construção mais criativa!

BIO-TOTEM (dias 9 e 23 de outubro de 2021)

Nesta oficina, com recurso a elementos naturais recolhidos no Jardim Botânico da Universidade do Porto, cada família será convidada a representar o ser vivo que melhor identifica cada participante, a partir de um conjunto materiais representativos de espécies em vias de extinção. Através da construção de um totem personalizado, refletiremos sobre os fatores que levam à extinção de espécies e sobre as ações que cada um de nós pode empreender no sentido de preservar a biodiversidade.

CORES DA NATUREZA (dias 6 e 20 de novembro de 2021)

Nesta oficina, todos serão verdadeiros artistas da natureza. As famílias serão desafiadas a criar a sua obra de arte, grande, pequena, pesada ou leve, colorida ou monocromática, mas sempre 100% natural. Para isso, poderão coletar galhos, folhas, pinhas, rochas, que encontrem, livres, no Jardim Botânico da Universidade do Porto. Assim se construirão as mais inesperadas obras de arte, criativas e originais.

PINHEIROS DE NATAL (4 e 18 de dezembro de 2021)

“A neve cobre a terra e os telhados, os rios gelam, os pássaros emigram para os países do Sul, à procura de sol, as árvores perdem as suas folhas. Só os pinheiros continuam verdes, no meio das florestas geladas e despidas. Só eles, com os seus ramos cobertos por finas agulhas duras e brilhantes, parecem vivos no meio do grande silêncio imóvel e branco.” 

In O cavaleiro da Dinamarca, de Sophia de Mello Breyner Andresen

Desde há muito tempo que a utilização de pinheiros como elementos de ornamentação se tornou uma tradição. A sua resistência aos invernos frios e rigorosos leva-nos a associar estas plantas ao natal. Ao longo dos tempos foram adquirindo outros significados, mantendo-se fiéis à mensagem principal como símbolos de prosperidade. Nesta oficina, as famílias serão convidadas a construir os mais originais pinheiros com material biológico, de forma sustentável.

Voltar