TERRAS SEM FIM

Em Terras sem Fim o Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto traz para fora das suas paredes as coleções que habitam as suas reservas. Venha saber mais sobre os objetos e sobre as pessoas por trás deles.


S01E01. A coleção da Melanésia

Pormenor de painéis pintados (Estuário do Sepik, Papua Nova Guiné. Créditos: José Eduardo Cunha / MHNC-UP

A coleção da Melanésia desperta curiosidade e encanto. Cada peça remete para as vivências nas aldeias do grande Oceano.

Música – excertos de: Sabio – quarteto com chocalho de sementes (sologa). Music of Oceania – The Kaluli of Papua Niugini – Weeping and Song, Institute for Musicology of the University of Basle. Gravação de Steven Feld, 1977 & Mariuamang (sagi). Music of Oceania – The Iatmul of Papua Niugini, Institute for Musicology of the University of Basle. Gravações de R. MacLennan, G. Spearritt, M. Schuster, G. Schuster, 1975

Escutar

S01E02. Armadilha para tubarões

Armadilha para tubarão (Ilha da Nova Irlanda, Papua Nova Guiné). Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

Habituados a considerá-lo um dos grandes predadores do oceano, descobrimos que papel tem o tubarão na cultura Malangan, na Ilha da Nova Irlanda.

Música – excertos de: The Last of the Shark Callers, Bismarck Ramu Group Films. Jo Chandler, Vlad Sohkin, Daniel Kirkwood. The Global Mail, 2013 & Shark caller dance, Malangan Festival, gravação de Bertrand Linet, 2010

Escutar

S01E03. Apoio de cabeça

Apoio de nuca (Golfo de Huon, Papua Nova Guiné). Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

A comunicação de conceitos faz-se pela iconografia. A estética dos penteados é mantida ao mesmo tempo que se enviam mensagens. Saiba como.

Música – excertos de: Mariuamang (sagi), Tanjangaui e Manjinaui. Music of Oceania – The Iatmul of Papua Niugini, Institute for Musicology of the University of Basle. Gravações de R. MacLennan, G. Spearritt, M. Schuster, G. Schuster, 1972-1975

Escutar

S01E04. Tambor de fricção – livika

Tambor de ficção (Ilha da Nova Irlanda, Papua Nova Guiné). Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

A música faz parte do ser humano. Quando nos sentimos tristes ou alegres, quando celebramos ou comunicamos, a música marca cada momento. Na Melanésia as cerimónias tendem a ser bastante exuberantes, impressionando quem assiste, sempre acompanhadas de música e dança.

Música – excertos de: New Ireland. An Introduction to Music of New Guinea, The Australian Trust Territory, Prestige International. Gravações de Ray Sheridan (< 1958)

Escutar

S01E05. Máscara Didagur

Máscara didagur (Karawari, Papua Nova Guiné). Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

Encontramos máscaras, presentes desde sempre, nas culturas de todo o mundo. Muitas vezes, surgem associadas a rituais específicos, como é o caso desta máscara Didagur. Venha descobri-la.

Música – excertos de: Palparo, Porporokago, Malimalila, Kwaru. Music of Oceania – Music of the Middle Sepik, Institute for Musicology of the University of Basle. Gravações de R. MacLennan, Fred Gerrits, Gordon Spearritt, 1962-73, Mariuamang (sagi). Music of Oceania – The Iatmul of Papua Niugini, Institute for Musicology of the University of Basle. Gravações de Robert MacLennan e Gordon Spearritt, 1972-75 & Sepik River. An Introduction to Music of New Guinea, The Australian Trust Territory, Prestige International. Gravações de Ray Sheridan (< 1958)

Escutar

S01E06. Escudo de proa de canoa

Escudo de proa de canoa (Médio Sepik, Papua Nova Guiné). Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

O conflito faz parte da sociedade. Algumas peças do nosso Museu remetem para estas situações de tensão, em que as comunidades ajustam poderes, territórios, domínios. Este escudo de proa de canoa saía em tempos de guerra no curso do Médio Sepik, protegendo a embarcação e os seus ocupantes.

Música – excertos de: Jew’s harp, Branganja, Mouth-bow, Kabiragwa, Musical bow, Paired wooden trumpets. Music of Oceania – Music of the Middle Sepik, Institute for Musicology of the University of Basle. Gravações de R. MacLennan, Fred Gerrits, Gordon Spearritt, 1962-73; Kumbariminja (segmento de wagen mbangu). Music of Oceania – The Iatmul of Papua Niugini, Institute for Musicology of the University of Basle. Gravações de Robert MacLennan e Gordon Spearritt, 1972-75; Segmento inicial de Mount Hagen Cultural Festival, Papua New Guinea, registado por bradshawhall.

Escutar

S01E07. Poste funerário Malangan

Escultura funerária “Malangan” (Ilha de Nova Irlanda, Papua Nova Guiné). Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

As cerimónias fúnebres Malangan são específicas da Nova Irlanda. São momentos agregadores da comunidade e as esculturas Malangan, como o poste apresentado neste episódio, têm um lugar central enquanto mediadores na transição do espírito do falecido para o mundo dos espíritos. Saiba como.

Música – excertos de: New Ireland. An Introduction to Music of New Guinea, The Australian Trust Territory, Prestige International. Gravações de Ray Sheridan (< 1958); Bilolo (coro masculino e percussões), Flauta solo, Tanua (para o fim do Malangan). Papua New Guinea: New Ireland, Prophet 21, Kora Sons, Phillips, 1999. Gravações de Charles Duvelle, 1974

Escutar


S02E01. A coleção egípcia

Detalhe da base da estatueta de Ptah-Sokar-Osíris. Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

A coleção egípcia do Museu de História Natural da Universidade do Porto desde sempre despertou interesse e curiosidade. Este conjunto pertence a uma coleção maior – a coleção Museus de Berlim, cuja história será apresentada neste episódio.

Música – excertos de: Bayat-e Esfahan (dastgah) – Asghar Bahari, kamanche. Traditional Persian MusicFestival of Arts, Shiraz-Persepolis, Ahange-Rooz Record Company, Irão, s/data; Solo de Katmanché (c/ santour). Iran, Musique Traditionnelle enregistrée par Jacques Cornet, Disques Alvarès, s/ data; ´Orfa – Jamir Bachir, ud. Luth Traditionnel en Iraq, Pathé, 1974; e Ya Rob Toba. The Music Of Upper And Lower Egypt, Rykodisc, 1988. Gravação de Mickey Hart, 1978

Escutar

S02E02. Sarcófago de Pakharu

Sarcófago de Pakharu. Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

Não poderemos nunca deixar de ver as múmias egípcias sem o olhar deslumbrado que nos foi sendo incutido desde o séc. XVIII. São, frequentemente, o elemento que faz a ligação com o imaginário do antigo Egito, período de faraós e de sumptuosidade.

Música – excertos de: Tayyara, Zarhat el Loxor. Ensemble Mizmar Baladi – Les Musiciens du Nil, Ocora Radio France, reed. 1988. Gravações de Pierre Toureille, Pascal Bernard e Guy Level, 1976 e 1979; Tenouosht, Coptic liturgy of St. BasilJohn E. Gillespie collection of Coptic mass recordings, Library of Congress. Gravação do Instituto de Estudos Cópticos sob a direção de Ragheb Moftah, 1967; Ya Rob Toba. The Music Of Upper And Lower Egypt, Rykodisc, 1988. Gravação de Mickey Hart, 1978; Ud Solo, por Mamdouh El Gbaly. Al-Qahirah, Classical Music of Cairo, Egypt (The Music of Islam, Vol. 1), Celestial Harmonies, 1998

Escutar

S02E03. Vasos de vísceras

Conjunto de vasos de vísceras – Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

A mumificação no antigo Egipto era um processo moroso e regido por rituais específicos. Os vasos de vísceras eram essenciais para a preservação dos órgãos do morto e estavam protegidos pelos quatro filhos de Hórus.

Música – excertos de Megalou, por Sadiq Attallah, Coptic classical music, Ernest Newlandsmith, Ragheb Moftah e Sadik Attallah, Library of Congress. Edição do Alto Instituto de Estudos Coptas sob a direção de Ragheb Moftah, s/data, Aamdat el Karnak, Taksim Arghoul. Ensemble Mizmar Baladi – Les Musiciens du Nil, Ocora Radio France, reed. 1988. Gravações de Pierre Toureille, Pascal Bernard e Guy Level, 1976 e 1979 e Habibi wa enaya, Mamdouh El Gbaly, ud, Mostafa Abd El Khalek, qanun, Mohammed Foda, nay, Khaled Gomaa, tabalah, Ibrahim Gomaa, duff, Hesham El Araby, riqq. Al-Qahirah, Classical Music of Cairo, Egypt (The Music of Islam, Vol. 1), Celestial Harmonies, 1998

Escutar

S02E04. Máscara funerária feminina

Máscara funerária feminina – Créditos: José Eduardo Cunha/MHNC-UP

 A identificação do morto era essencial no processo de mumificação e preparação para a vida no Além. Além do sarcófago onde o seu proprietário era devidamente representado através de hieróglifos, a máscara funerária era essencial e pretendia-se o mais fiel possível à imagem do seu proprietário.

Música – excertos de Kol Elle Qalboh Ankawa. Musicians of the Nile – Luxor to Isna, Real World Records, 1989

Escutar

Voltar