ANIVERSÁRIOS NO MHNC-UP

 

O MHNC-UP tem como missão fundamental a construção e a difusão do conhecimento sobre a evolução, a diversidade e a convergência entre o mundo natural e cultural. Subjacente a esta missão, está uma visão construída a partir da intenção de inspirar a curiosidade e o deslumbramento acerca da vida, da evolução e da confluência entre ciência, tecnologia, história, arte e literatura.

Em linha com a sua visão e missão, o MHNC-UP oferece um programa de Festas de Aniversário, pensado para crianças dos  6 aos 12 anos e propondo cinco sessões distintas:

  1. Uma viagem pela Biodiversidade
  2. Descobre o teu lado selvagem!
  3. A floresta dos dinossauros
  4. Cores, flores e muitos sabores
  5. Na floresta encantada de Sophia

O modelo de cada sessão consiste na realização de uma atividade focada numa temática específica, seguida de um lanche-convívio.

Local: Galeria da Biodiversidade – Centro Ciência Viva | Número de Participantes: entre 12 e 30 | Preço por criança: 10,00 € (não inclui lanche) | Idades: 6 aos 12 anos | Horário: sábados e domingos, entre as 15h e as 18h (excecionalmente poderão ser aceites inscrições para a manhã: 10h-13h) | Duração: 3 horas (atividade + lanche) | Regulamento: consulte o regulamento aqui | Contactos e Inscrição: tel +351 220 408 700 .  e-mail s.educativo@mhnc.up.pt

 

UMA VIAGEM À BIODIVERSIDADE

A entrada na Galeria da Biodiversidade faz-se através das altas portas de vidro que nos convidam a subir a escadaria de pedra mesmo em frente ao portão do Jardim Botânico. No seu interior, repousa um esqueleto de uma baleia, suspenso no enorme átrio central, para o qual se abrem todas as salas. E, em seu redor, desenrola-se uma exposição sobre a diversidade de vida no nosso planeta. Nesta exposição, revelam-se os mais diversos animais, uns vivos, outros não e será numa sala dedicada às formas que existem na natureza que vais perceber o verdadeiro significado da harmonia da vida. Vem descobrir todos os segredos que a Galeria esconde. Conseguirás desvendá-los a todos?

 

DESCOBRE O TEU LADO SELVAGEM!

A Galeria da Biodiversidade foi invadida por vários animais e para os conheceres convidamos-te a explorar o museu numa visita selvagem. Vais vestir a pele do teu animal preferido construindo máscaras que terás de pintar e decorar com fios, folhas e materiais naturais do Jardim Botânico. Depois de brincares muito com os teus amigos, a tua missão será descobrir o habitat do teu animal num jogo muito divertido. Estás preparado para descobrir o teu lado selvagem?

 

A FLORESTA DOS DINOSSAUROS

Que tamanhos tinham os dinossauros? Que tipos de plantas comiam? Será que ainda existem dinossauros? Calma… Apesar de já não existirem dinossauros, podes conhecer as plantas que viveram com eles lado a lado e até mesmo tocar num fóssil verdadeiro de dinossauro. Neste teu aniversário poderás tocar em fósseis verdadeiros e ajudar a desenterrar um fóssil.

 

CORES, FLORES E MUITOS SABORES

“Era uma vez um jardim maravilhoso, cheio de grandes tílias, bétulas, carvalhos, magnólias e plátanos. Havia nele roseirais, jardins de buxo e pomares. E ruas muito compridas, entre muros de camélias talhadas. (…) E havia um grande parque com plátanos altíssimos, lagos, grutas e morangos selvagens. E havia um campo com trigo e papoilas, e um pinhal onde entre mimosas e pinheiros cresciam urzes e fetos.”

In O Rapaz de Bronze, Sophia de Mello Breyner

O Jardim de Sophia era um lugar mágico cheio de flores e sabores. Mas e se pudesses criar o teu próprio Jardim? Com as flores, folhas e frutos que mais gostas vais construir um jardim à tua medida. Vais também poder observar as flores à lupa e ver o tamanho que os grãos de pólen podem ter. No final, ainda poderás perceber porque é tão importante a fruta na nossa alimentação. E para tornar tudo ainda mais apetitoso, poderás criar um sumo cheio de vitaminas e bem saudável.

 

NA FLORESTA ENCANTADA DE SOPHIA

“Era uma vez uma quinta toda cercada de muros. Tinha arvoredos maravilhosos e antigos, lagos, fontes, jardins pomares, bosques, campos e um grande parque, seguido por um pinhal que avança quase até ao mar. A quinta ficava nos arredores duma cidade. O seu pesado portão era de ferro forjado pintado de verde. Quem entrava via logo uma grande casa, rodeada por tílias altíssimas, cujas folhas, dum lado verdes e de outro quase bancas, palpitavam na brisa. Era nessa casa que morava Isabel.”

In A floresta de Sophia Breyner

É na floresta mágica do Jardim Botânico que terás de encontrar um tesouro que está bem escondido. Com ajuda de um mapa do Jardim e de pistas espalhadas pelo mesmo, poderás encontrar desafios que te levarão a descobrir o tesouro final.

Créditos das imagens: MHNC-UP

Voltar